×

Peru: tradução de história e cultura

Da mais alta gastronomia aos povoados em que a língua reinante ainda é o quéchua, o Peru guarda encantos em cada pedacinho dos seus mais de 1.2 milhões de km2. Sua história e cultura fascinam todos que sonham em viajar para este mundo de imensa beleza natural e memórias de uma grande civilização. Por isso, você não pode perder nossa lista de lugares para conhecer no Peru!

 

Por conta dessa profusão incrível de destinos e atrações, planejar uma viagem para esse país nem sempre é uma das tarefas mais fáceis. Mas, nós iremos ajudar você a conhecer os destinos mais incríveis do Peru.

Quais os melhores lugares para conhecer no Peru?

Com tantas maravilhas no país,  listamos alguns lugares para conhecer no Peru que você não pode perder. Veja um pouco mais sobre cada um deles e tente segurar a ansiedade, e depois procure seu programa em nosso site que encaixe com o seu desejo, ok?

 

Machu Picchu

 

Um dos lugares para conhecer no Peru é a cidade perdida do império Inca, Machu Picchu, que se manteve praticamente intocável até o início do século XX.  Por isso, tem todo o esplendor de antes da chegada dos europeus conservado.

A cidade é dividida em três áreas: agrícola, urbana e sagrada. Cada uma das zonas que dividem o local mostra uma faceta ainda mais impressionante da sofisticação da engenharia e arquitetura Inca. A energia da cidade perdida é única. Um dos pontos altos do programa!

 

Lima

 

Lima, a capital peruana, é uma cidade cosmopolita, que mescla modernidade e requinte com toda a tradicional cultura quéchua, que carrega seu DNA Inca.

Esses atributos somados à altitude menor, que facilita a adaptação dos viajantes ao soroche, fazem de Lima um dos lugares mais admiráveis e a principal porta de entrada do mundo fascinante que é o Peru. Além disso, o local é um verdadeiro paraíso para os amantes da boa culinária, pois guarda alguns dos mais importantes restaurantes do mundo.

Inclusive, hoje, a cidade possui três representantes entre os 50 maiores do globo, o que deu a ela o título de capital gastronômica da América Latina.

 

Cusco

 

Após pilhar e destruir a cidade, os espanhóis ergueram seus prédios sobre as estruturas das antigas construções da capital do império Inca. Isso culminou em uma arquitetura que reúne prédios coloniais, estruturas de pedra maciça e ainda pequenas e charmosas casas de barro.

O convento de Santo Domingo, antigo templo para o deus Sol, é o maior exemplo de como as construções sobreviveram ao tempo e aos europeus, sendo possível observar estruturas das duas culturas sobrepostas uma a outra.

Além de ser o ponto de partida para diversos passeios peruanos, como conhecer Machu Picchu e o Vale Sagrado, Cusco é famosa por sua noite com restaurantes e bares sensacionais.
Por lá, tudo é facilitado pela proximidade entre os seus principais pontos turísticos, o que permite conhecer quase tudo a pé.

 

Vale Sagrado

 

Formado por diversos povoados, entre os mais conhecidos Moray, Pisac, Ollantaytambo, Maras, Chinchero, Tipón, Urubamba, viajar pelo Vale Sagrado é sinônimo de história, pessoas encantadoras e paisagens naturais de tirar o fôlego. Por isso, é um dos melhores lugares para conhecer no Peru!

Seu nome deriva da abundante quantidade de ruínas que estão localizadas nas cidades e vilarejos.

Um verdadeiro museu a céu aberto, a região preserva ruínas e povoados que tiveram muito pouco contato com a influência colonial, mantendo fortíssimas características de quando todo o território compunha o opulento império Inca. Por isso, o Vale Sagrado é um dos destinos onde se tem maior proximidade com a tradição e costumes da cultura quéchua.

 

Lago Titicaca

 

Localizado na fronteira entre Peru e Bolívia, o Titicaca é o lago navegável mais alto do mundo, com seus 3.811m acima do nível do mar.

Berço da civilização Inca, muitos sítios arqueológicos podem ser visitados ao longo de sua extensão, principalmente nas ilhas onde habitam os desdentes diretos do povo do sol.

A beleza imponente do Lago Titicaca, que é capaz de tirar o fôlego de quem o observa, contrasta com a simpatia e simplicidade do povo que vive próximo ao local. Navegar a bordo de um barco construído a base de totoras, uma espécie de junco que flutua quando em contato com a água, e a visita às ilhas, fazem do passeio uma experiência única em todo o mundo.

 

Trujillo e Chiclayo

 

No norte do país, podemos encontrar um verdadeiro paraíso para quem se interessa por arqueologia, principalmente ao redor das cidades de Trujillo e Chiclayo.

Lá, é possível encontrar as ruínas das civilizações que antecederam os Incas e conferir como muitas técnicas, como a canalização dos rios, já eram utilizadas por povos ainda mais antigos.

Durante o trajeto pelo norte do Peru, não deixe de conhecer Caral, que, com seus mais de 5.000 anos, é a civilização mais antiga da América do Sul.

Em Trujillo, visite as pirâmides do sol e da lua da civilização Mochica e o templo Arco Íris da civilização Chimú. Já em Chiclayo, não perca o passeio pela tumba do Senhor de Sipán, que guarda seus restos mortais preservados e seu enxoval funerário.

 

Canion del Colca

 

Com mais de 100 km de extensão e uma profundidade duas vezes maior que o Grand Canyon nos EUA, contemplar a beleza e imensidão do Cânion de Colca enquanto caminha à beira de seu precipício proporciona uma sensação única e indescritível.

Localizado próximo de Arequipa, o destino é bastante procurado por quem visita a região andina.

Lar dos admiráveis e imponentes condores peruanos, que chegam a medir 3m de uma asa a outra, o Cânion de Colca atrai visitantes que desejam ver o maravilhoso bale aéreo dos pássaros-símbolo dos Andes. O fenômeno é observado melhor do mirante Cruz do Condor, que fica a 3.287m de altura. O voo normalmente acontece entre 8h e 9h30, sendo necessário estar bem cedo no local para não perder nada.

 

Linhas de Nazca e Reserva de Paracas

 

Mesmo depois de tanto tempo e estudo, ainda não se sabe sobre a motivação que levou as civilizações antigas a esculpirem as misteriosas Linhas de Nazca.

Com mais de 500 km2, sobrevoar os gigantescos geoglifos é uma das experiências mais incríveis de todo o Peru. Do alto, as linhas formam complexos e diferentes desenhos, alternando entre formas geométricas e representações de plantas e animais.

Próximo às Linhas de Nazca, a Reserva de Paracas abriga uma profusão impressionante de aves e animais marinhos que passeiam livremente enquanto você se encanta com as belezas da vida selvagem.

Entre a impressionante fauna e flora local, o El Candelabro chama atenção de todos os visitantes, um imenso geoglífo criado com as mesmas técnicas utilizadas nas Linhas de Nazca.

 

Mais informações contato@vivaterra.com.br, ou acesse nosso site aqui.

Comentários